Mais com Menos

Integração Impressora Top Maxx SS Plus da Urano com Sistema E.R.P.
16 de novembro de 2016
Desenvolvimento de Etiquetas com Impressoras Zebras
29 de novembro de 2016
Show all

Mais com Menos

“Existe um ponto que quase nenhum gestor analisa que é a relação do custo indireto…”

Nesse momento de crise o foco em corte de gastos é um ponto altamente considerado entre os gestores. Isso deve-se ao fato de que a produção tem que ser alinhada em relação a demanda, ou seja, cai a demanda de produção sobra-se mão de obra. Mas existe um ponto que quase nenhum gestor analisa que é a relação do custo indireto. Como assim? Isto mesmo, o fato de cortar pessoas do processo produtivo, não implica diretamente na redução do custo indireto, automaticamente se reduz o custo de mão de obra e a produção, mas o custo indireto nem sempre diminui.

Afim de entender a situação, vamos utilizar um exemplo prático hipotético: O Setor de produção da empresa X conta com 20 funcionários a um custo médio de R$2.500,00 gerando um custo de R$50.000 reais. Esse mesmo setor precisa absorver R$10.000,00 de custos indiretos de setores não produtivos exemplo: comercial e financeiro. Considerando que cada pessoa produz 200 unidades do produto Y por mês, totalizando 4.000 unidades mensais. Agora, somando os custos temos R$60.000 e dividindo pela quantidade produzida por mês, 4.000 unidades, teremos um custo por unidade de R$15,00. Conforme tabela abaixo:

Neste momento, Gestor da Empresa X, preocupado com a crise decide diminuir o quadro de funcionários na produção de 20 para 15 funcionários, com o objetivo de diminuir custo do setor para R$37.500,00, mas esquece que o mesmo irá continuar absorvendo R$10.000,00 de custo indireto. Agora o custo total é de R$47.500,00, mas com uma capacidade produtiva menor, 3.000 unidades. Fazendo o mesmo calculo, R$47.500,00 pelos 3.000 temos R$15,84 de custo. Ou seja, o produto ficou mais caro diminuindo a margem da empresa e ainda capacidade produtiva.

Fica a lição, devemos buscar uma gestão eficiente e eficaz da produção, produzir mais com menos. Isso levará a duas alternativas, a primeira será aumentar o processo produtivo sem contratar mais pessoas, a outra seria trocar funcionários por outros com um custo menor e com uma produtividade igual ou maior. Com isso teríamos uma redução dos custos indiretos e aumento na margem do produto. Porém, nenhuma decisão deve ser tomada sem analisar o máximo de informação possível, uma boa gestão permite bons resultados até em momentos críticos como o que estamos vivendo hoje na nossa economia.

WhatsApp chat